segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Glória (Elevador da)

Do «P3» - DAQUI
«Lisboa Taciturna e um pequeno clarão de luz»
Recortes: [...]  Rui Rodrigues, 39 anos, trabalha como designer (...) e começou a fotografar há cerca de dez anos "de forma esporádica". (...) Viveu em Torres Vedras muitos anos e hoje vive "a cidade com a luz mais bonita do mundo" na companhia do filho, que há dois anos ilumina uma galeria de fotos taciturnas e muitas vezes severas — "velhotes, pessoas cabisbaixas, nevoeiro, o Tejo oriental dos barcos e dos batelões". "(...) Cartier-Bresson disse que "a fotografia é colocar na mesma linha de visão a cabeça, o olhar e o coração". A fotografa de Rui entende esse equilíbrio.

domingo, 27 de novembro de 2016

«Lisboa, Uma Grande Surpresa»

- É o título da exposição que resulta da recente reescrita da História - neste caso da Fotografia «sobre» Lisboa 
- uma década (1898-1908) de exaustivo levantamento - agora «resgatada» de um século de Anonimato 
- é Obra

- história «de uma Lisboa Triste» contada por Sérgio B. Gomes no «P2» de hoje

sábado, 29 de outubro de 2016

URGENTE: alguém faça um destes para Lisboa...

Lido no «Fugas» - AQUI
- Joana Estrela, «designer» e Ilustradora, editou um MAPA com a lista dos «10 melhores lugares do Porto para CHORAR...»
- vão  (da casa de banho) «da cave do bar Plano B, junto à Torre dos Clérigos» até à Foz (“que podia ser mais perfeito que olhar o mar e chorar?”),  passando pelo  “paraíso dos gatos”, pela  «Casa da Mariquinhas» (rest.),  «Prado do Repouso» (cemit.) e OUTROS... - vai ser de «rir e chorar por mais», certamente...

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Lisboa («Nocturno de») - Eugénio

NOCTURNO DE LISBOA

Pela noite adiante, com a morte na algibeira,
cada homem procura um rio para dormir,
e com os pés na lua ou num grão de areia
enrola-se no sono que lhe quer fugir.

Cada sonho morre às mãos doutro sonho.
Dez reis de amor foram gastos a esperar.
O céu que nos promete um anjo bêbado
é um colchão sujo num quinto andar.

Eugénio de Andrade (1923-2005), de Os amantes sem dinheiro (1950)

sábado, 8 de outubro de 2016

«Luzboa» - «Ilha dos Amores» - «V Império»

«De Nuno Gama não se pode dizer que não parte um prato. Pôs 78 homens alinhados na Praça do Império, todos de prato em riste. Cada prato tem uma palavra. [...] último acto do único grande desfile aberto ao público da ModaLisboa. De repente, as palavras – “badalhoco”, “bissexual”, “preconceito”, “muçulmano”, “caixa d’óculos” ou “diferença” – vão ao ar e despedaçam-se no chão. E a banda continua a tocar.

O sol abrasador deste sábado em Belém recebeu a colecção de Gama para o próximo Verão, vinda da Ilha dos Amores a caminho do V Império. Luzboa, [...] 
Recorte do texto de Joana Amaral Cardoso, do Público - DAQUI Fotógrafo identificado

segunda-feira, 18 de julho de 2016

«Chafariz de Dentro» + «a Verdinha» de J. B....

- por volta dos 16' 25'', do programa «Literatura Aqui», de 5 de Julho, da RTP 2, J. B. como «Cicerone» da  narrativa com que participou na Obra «Ler e Ver Lisboa»... e dos seus próprios percursos pela cidade...

- [quanto ao livro, parece que será necessário ir ao Saldanha, à L. M....]

domingo, 15 de maio de 2016

Palacetes

- Dossiê sobre os palacetes de Lisboa, no Expresso - «Viagem aos palácios abandonados» - os «arruinados» e os que estão em vias de Recuperação - com vários vídeos [...]                    - AQUI

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Roteiro - em «5 Etapas»

- com partida e regresso ao Jardim Constantino - com diverso material, sugestões, informações... - a percorrer, no próximo Verão?

- «Da Rua das Barracas à da Inveja» - no Observador

sábado, 9 de abril de 2016

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Rua da Prata, 78

[11 e 45; 
- Augusta, Conceição - o ponteiro custou mais 3 euros do que o da última vez - Prata; 
- parece Outro Mundo, com prédios por RecUp. e lojas que «já foram»; a 10 metros, na Augusta,  Flui o Rio dos Turis., quais CARN....]

Rua da Prata, no toldo do n.º 78:
"The World needs Nata"

[Marcha: "Cá vai Lisboa..."]

domingo, 27 de março de 2016

Alcaçarias (Largo das) + Zimler + Judiarias + Apaga-Apaga

PAULO SPRANGER/GLOBAL IMAGENS

O artigo, do DN,  faz o «roteiro» do Roteiro construído a partir de "O último cabalista..." (de 96, e que D. leu, há anos, já) [...]

- na páscoa de 1506... 

(V. recorda que muita coisa saiu, sobre esse Massacre, pelo centenário, ...)

- ao Passeio, pp. dito (do Rossio a Alfama), a Mentora chama "Exercício de Apaga-Apaga" (ou da "borracha mágica")


- DAQUI

segunda-feira, 14 de março de 2016

Vila Martel (+ Columbano + Antero + Skapinakis...)

Lisboa vista da Vila Martel
por Nikias Skapinakis, 1956
 



«O sítio onde Columbano pintou Antero» -  Artigo, da hist. Margarida Elias -  que traça a história da Vila, no Público de hoje 
- AQUI



No mesmo endereço, artigo que avalia o que já se fez nessa  zona da Encosta da Glória e o que mais se planeia fazer...
AQUI

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Lisboa Romana




Olisipo (Lisboa), numa reconstituição virtual de César Figueiredo para o filme Fundeadouro romano em Olisipo, de Raul Losada

[«Lusitânia, uma terra no fim do mundo» - artigo do Público, de 31-01,  sobre Exposição no M. N. de Arq. - Daqui]

sábado, 30 de janeiro de 2016

"[...] despertam-me um desejo absurdo de prazer"

"[...] que as sombras, o bulício, a maresia / despertam-me um desejo absurdo de sofrer" (« O sentimento de um ocidental», Cesário Verde)

"[...] despertam-me um desejo absurdo de prazer." (MEC, na Narrativa de hoje - «Lisboa Dantes» - AQUI

- sem comentários

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Lisboa como Palco Publicitário

- até  como «acelerado» Palco Publicitário, Lisboa «fica Bem..»
- ruas e zonas representadas: Cais do Sodré, Terreiro do Paço, Rua do Alecrim...

https://www.youtube.com/watch?v=e_vL-xam9Vo


domingo, 17 de janeiro de 2016